ISSN: 1678-4006
MHEscritórios

Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 04:36:10


 
 BENCHMARK
 CALL CENTER BRASIL
 CASES/PREMIAÇÕES
 EXECUTIVOS
 INTERNET/REDES SOCIAIS
 MARKETING E MERCADO
 MOBILIÁRIO CORPORATIVO
 OPORTUNIDADES
 PESQUISA DE MERCADO
 PRODUTOS E SERVIÇOS
 PROMOÇÕES
 PUBLICAÇÕES
 RECURSOS HUMANOS
 SAÚDE
 TECNOLOGIA TI/TIC
 TREINAMENTO


 
PUBLICIDADE

 

 

 


 

 
 
Artigos

Pesquisas exigem foco e especialização
Simone Balista

O discurso é comum em algumas empresas: "Pesquisa com os clientes? Eu mesmo faço". É na tentativa de reduzir custos que algumas companhias têm a ilusão de realizá-las dentro de casa, aproveitando o time e os recursos internos.

Não haveria nada de errado na decisão se as empresas tivessem especialistas em metodologia de pesquisa de mercado e experiência na condução dos processos que – é preciso lembrar – esbarram em determinadas dificuldades, como qualquer projeto estratégico.

Dessa forma, o resultado que se esperava pode, em muitos casos, deixar a desejar. E essa importante ferramenta de gestão, que aponta melhorias a serem implementadas e os pontos altos do negócio, perde seu papel.

Como consultora há mais de 10 anos neste segmento, já me deparei muitas vezes com o pedido de clientes que iniciaram a realização deste tipo de pesquisa internamente e tiveram que procurar ajuda para finalizá-la.

Mudam-se os clientes, mas os motivos são sempre parecidos: não foi possível absorver a demanda de forma a cumprir o prazo, os clientes entrevistados não eram abordados corretamente, as questões escolhidas não chegavam a evidências precisas ou eles não conheciam a tabulação mais adequada para organização dos dados de maneira nítida.

Em algumas companhias, dificuldades como essas levam as pesquisas a serem enterradas na gaveta, e perde-se uma excelente oportunidade de conhecer como fazer para vender mais e melhor, a chave para o crescimento de qualquer negócio.

Sem falar no prejuízo de tempo que se dedicou à atividade e prejuízo para a reputação da área, que deixa de entregar aquilo com que se comprometeu.

Outra questão que as empresas esquecem de avaliar é a importância do sigilo e da isenção na condução de uma pesquisa, uma vez que envolve informações que podem evidenciar falhas internas da companhia.

É comum as empresas escalarem profissionais da área de marketing, comercial ou qualidade para a execução da pesquisa de satisfação de clientes sendo que são eles, também, os responsáveis pela satisfação dos clientes.

Nestes casos, pontos frágeis da área podem ser deixados de lado ou o próprio cliente se sentir desconfortável em apontar falhas. Quando é comandada por uma consultoria, a pesquisa garante fidelidade e imparcialidade à obtenção e manipulação dos dados.

Além disso, o ‘olhar fresco’ de um consultor externo permite à empresa ampliar a avaliação sobre os resultados apresentados, formatando um plano de ação que irá somar ainda mais nível crítico à tomada de decisões.

Dessa forma, é inegável a segurança e economia que o apoio de uma consultoria proporciona às empresas no curto prazo e, ao longo da experiência, a elevação da qualidade dos serviços e a valorização destas áreas dentro das empresas, uma vez que passa a adotar decisões de perfil cada vez mais estratégico e assertivo.

Publicado em: 29/09/2009

Confira os comentários já feitos para este artigo:

 
VAGAS

  

VAGAS

CURRÍCULOS

Banner Rigel Botão Branco

Banner Guia Botão

Fundação Abrinq

Banner Call To Call Cotações

Banner Call To Call Cursos

Banner Call To Call sistema


Se desejar enviar esta página para um amigo, clique no botão abaixo:


 GUIA ONLINE  |  BANNERS  |  ÉTICA  |  GLOSSÁRIO   |  RESPONSABILIDADE SOCIAL  |   QUEM SOMOS  |  CLIQUE MAIS 

Sistema Call To Call - 11 5579-0341

Website criado por interAmplitude