ISSN: 1678-4006
MHEscritórios

Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 14:24:42


 
 BENCHMARK
 CALL CENTER BRASIL
 CASES/PREMIAÇÕES
 EXECUTIVOS
 INTERNET/REDES SOCIAIS
 MARKETING E MERCADO
 MOBILIÁRIO CORPORATIVO
 OPORTUNIDADES
 PESQUISA DE MERCADO
 PRODUTOS E SERVIÇOS
 PROMOÇÕES
 PUBLICAÇÕES
 RECURSOS HUMANOS
 SAÚDE
 TECNOLOGIA TI/TIC
 TREINAMENTO


 
PUBLICIDADE

 

 

 


 

 
 
Artigos

Artigo 2.933 - Iniciar a jornada para a nuvem realmente funciona, por Walter Sanches
Walter Sanches

No final do ano de 2018, quase metade dos gastos das empresas com TI foram baseados em nuvem e a previsão é de que, até 2020, 60% de toda a infraestrutura migre para esse modelo, além de 70% de todos os gastos com software, tecnologia e serviços, segundo o IDC. Um estudo recente do Gartner estimou também que 181 bilhões de dólares serão investidos na migração de sistemas para cloud até 2020. Ou seja, com a transformação digital, cada vez mais presente e necessária, a jornada para nuvem é uma trajetória natural e, por isso, veremos muitas companhias realizando este movimento.

Entretanto, muitas corporações até o momento não levaram sua estrutura de TI para esse ambiente. Segundo a IBM, 80% dos dados, informações e sistemas das empresas ainda não migraram para a nova realidade. Em 2019, haverá um boom de serviços e soluções em nuvem, dentro de modelos como Saas (Software as a Service), Paas (Plaftorm as a Service) e Iaas (Infrastructure as a Service), todos apontando para um caminho sem volta.

Parte dessa estatística, ou seja, o percentual das empresas que ainda não começaram a jornada para a nuvem, pode estar relacionado à preocupação em relação a um cenário técnico turbulento, com muitas adaptações a serem realizadas, além de treinamentos. Muitas organizações e responsáveis pelas áreas de TI podem ainda estar em dúvida quanto a essa mudança, se ela vale a pena diante de uma perspectiva muito trabalhosa. Por estas razões, gostaria de compartilhar a minha experiência dentro da Termomecanica que, para quem não está familiarizado, é uma das maiores indústrias privadas brasileiras, líder no setor de transformação de Cobre e suas ligas e, mais recentemente, também fabricante de produtos em Alumínio.

Depois de quatro meses de termos concluído o processo de migração do nosso ambiente de TI, posso garantir: o sucesso foi confirmado. Conseguimos migrar 70% da nossa infraestrutura para a nuvem (o restante foi virtualizado), sem passar por transtornos como de latência e de desempenho. Por muito tempo, nossos sistemas estavam instalados em um ambiente particular, do qual tínhamos total controle. Sabíamos onde estava e o que estava sendo feito em cada um deles. Na nuvem, a administração do ambiente passa a ser compartilhada: a equipe interna, com foco nas demandas de negócio, e a equipe do provedor de olhos nas questões técnicas e com preocupação em garantir tudo que diz respeito à disponibilidade.

Ao todo, foi um ano de trabalho desde o início dessa jornada para nuvem. Executamos o projeto fase a fase, passando pelo planejamento, em seguida por todas as etapas de desenvolvimento, até entrarmos em produção. O processo consumiu cerca de duas mil horas de trabalho de funcionários das áreas de TI e de negócios, mas o esforço valeu a pena.

Hoje, já podemos considerar três ótimas vantagens de embarcar nessa jornada para a nuvem: flexibilidade, podendo expandir o ambiente onde estamos e adequar a estrutura conforme a demanda; disponibilidade, que permite acessar recursos exclusivos de redundância, além de compartilhá-los no ambiente SAP por mais tempo; e a tão buscada redução de custos, já que, quanto maior é a oferta de computação e armazenamento na nuvem, mais barato fica a migração. Em nosso caso, obtivemos uma economia de 35% com sistemas.

A jornada para nuvem dá trabalho e não é simples, por isso é preciso ter muito planejamento, além de engajamento das equipes e dos usuários. Outro aspecto que foi – e continua sendo – essencial para o bom funcionamento da migração foi o amparo técnico dos fornecedores, que ajudou a conduzir a mudança de forma natural e certeira.

Como este foi um projeto que envolveu muitas pessoas dentro da empresa, foi imprescindível tratá-lo com transparência. Durante o percurso, toda a empresa foi sendo informada sobre os procedimentos e cada passo que dávamos rumo à conclusão. E, já que houve um alinhamento em tempo real, não foi preciso nenhum tipo de treinamento aos funcionários em relação a isso.

Está claro para mim que, independentemente da área ou tamanho da empresa, a tendência é que elas adotem cada vez mais os ambientes em cloud. Não é um trabalho fácil e nem rápido, mas também não é impossível como muitas pessoas podem achar. Os benefícios e vantagens da jornada para nuvem são muitos e, pode confiar, realmente dá certo.

Publicado em: 13/03/2019

Confira os comentários já feitos para este artigo:

 
VAGAS

  

VAGAS

CURRÍCULOS

Banner Rigel Botão Branco

Banner Guia Botão

Fundação Abrinq

Banner Call To Call Cotações

Banner Call To Call Cursos

Banner Call To Call sistema


Se desejar enviar esta página para um amigo, clique no botão abaixo:


 GUIA ONLINE  |  BANNERS  |  ÉTICA  |  GLOSSÁRIO   |  RESPONSABILIDADE SOCIAL  |   QUEM SOMOS  |  CLIQUE MAIS 

Sistema Call To Call - 11 5579-0341

Website criado por interAmplitude