ISSN: 1678-4006
MHEscritórios

Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019, 06:56:20


 
 BENCHMARK
 CALL CENTER BRASIL
 CASES/PREMIAÇÕES
 EXECUTIVOS
 INTERNET/REDES SOCIAIS
 MARKETING E MERCADO
 MOBILIÁRIO CORPORATIVO
 OPORTUNIDADES
 PESQUISA DE MERCADO
 PRODUTOS E SERVIÇOS
 PROMOÇÕES
 PUBLICAÇÕES
 RECURSOS HUMANOS
 SAÚDE
 TECNOLOGIA TI/TIC
 TREINAMENTO


 
PUBLICIDADE

 

 

 


 

 
 
Artigos

Artigo 2.854 - A caminho da arquitetura Serverless: redução de custos e tempo para inovar, por Amando Amaral
Amando Amaral

Há pelo menos uma década, ouvimos falar sobre como a jornada para a nuvem tem mudado a perspectiva dos negócios. E, hoje, percebemos cada vez mais o valor que essa tecnologia tem apresentado, justamente pelo aumento da eficácia na administração orçamentária corporativa, e na diminuição do tempo gasto na gestão de projetos e equipes. Com essa evolução, vivemos agora o momento no qual os ambientes em cloud migram para a arquitetura Serverless, ou melhor, processamento distribuído sem servidores definidos controlados por API.

É o que aponta uma pesquisa feita pelo Gartner sobre a adoção de Serverless – ou FaaS (funções como serviço) –, que mostra que essa tecnologia continuará a crescer nos próximos anos. O estudo indica que mais de 20% das empresas globais terão implantado tecnologias Serverless até 2020, o que representa um aumento considerável ante os 5% já instalados hoje.

No caminho da maturidade

Conhecida por eliminar a necessidade do sistema tradicional "sempre ligado", essa arquitetura otimiza o trabalho da equipe usando outra tecnologia conhecida com IaC (Infrastructure as code) ou infraestrutura como código. O que antes gerava necessidade de gerenciamento, provisionamento, e manutenção dos servidores com administradores de forma manual, ou até mesmo através de ferramentas, agora pode ser automatizando via código, aumentando exponencialmente a produtividade dos administradores. Ao implantar um sistema usando essa tecnologia é possível definir exatamente a capacidade de armazenamento e o banco de dados necessários, o que otimiza o gasto para execução de uma carga de trabalho. Em um cenário com arquitetura Serveless, toda a estrutura passa a ser gerenciada de forma automatizada, dando à organização e ao seu time, segurança e liberdade para dedicar os esforços de TI em estratégia, inovação e entrega.

Mesmo sabendo que temos um longo caminho para que todas as aplicações sejam adaptadas para usar a arquitetura Serveless, entendemos que essa estratégia está próxima a entrar na agenda de prioridades da maior parte dos CIOs.

Se esse é o tipo de flexibilidade e otimização de processos que a sua empresa precisa, mas ainda tinha dúvidas sobre qual tecnologia adotar, vale a pena procurar um especialista e entender a fundo como a arquitetura Serverless vai ajudar nos negócios.

Publicado em: 05/11/2018

Confira os comentários já feitos para este artigo:

 
VAGAS

  

VAGAS

CURRÍCULOS

Banner Rigel Botão Branco

Banner Guia Botão

Fundação Abrinq

Banner Call To Call Cotações

Banner Call To Call Cursos

Banner Call To Call sistema


Se desejar enviar esta página para um amigo, clique no botão abaixo:


 GUIA ONLINE  |  BANNERS  |  ÉTICA  |  GLOSSÁRIO   |  RESPONSABILIDADE SOCIAL  |   QUEM SOMOS  |  CLIQUE MAIS 

Sistema Call To Call - 11 5579-0341

Website criado por interAmplitude