ISSN: 1678-4006
MHEscritórios

Domingo, 22 de Setembro de 2019, 17:39:24


 
 BENCHMARK
 CALL CENTER BRASIL
 CASES/PREMIAÇÕES
 EXECUTIVOS
 INTERNET/REDES SOCIAIS
 MARKETING E MERCADO
 MOBILIÁRIO CORPORATIVO
 OPORTUNIDADES
 PESQUISA DE MERCADO
 PRODUTIVIDADE/INCENTIVOS
 PRODUTOS E SERVIÇOS
 PROMOÇÕES
 PUBLICAÇÕES
 RECURSOS HUMANOS
 SAÚDE
 TECNOLOGIA TI/TIC
 TREINAMENTO


 
PUBLICIDADE

 

 

 


 

 
 
Artigos

Artigo 1.737 - Dicas para ser uma loja virtual com os princípios do bom e-commerce, por Regina Monge
Regina Monge

O desenvolvimento de um e-commerce exige muito mais planejamento do que se imagina. Por isso este artigo traz dicas que podem ajudar empreendedores em fase de implementação de uma loja ou nas melhorias de lojas já existentes.

Alguns empreendedores têm a ideia de que tudo é fácil quando se fala em criar um e-commerce. Um grande erro. Uma loja online não é diferente de um negócio físico, e é muito importante compreender que há riscos como em outros negócios.

É por essa razão pela que as empresas precisam alinhar a estratégia do negócio a um bom planejamento, ao investimento, à escolha da plataforma, ao design de interface, à usabilidade, à questão da segurança – que é fundamental para uma loja online – e à divulgação por meio do marketing. É a combinação de todos esses itens (e muitos outros) que poderá definir o sucesso de uma loja online. Aqui dicas em alguns pontos-chave para um bom e-commerce.

Simplifique a navegação – A página inicial deve ser simples, direta e de fácil compreensão. Ou seja, devem ser evitadas informações que venham a confundir o usuário, bem como o exagero de promoções a ponto de tirar o foco do consumidor. Melhor manter um ciclo de duas ou três imagens com qualidade e criar um link: "Ver mais promoções". Classifique os produtos e defina as principais categorias e subcategorias, crie filtros – por exemplo, marca, preço, cor –, assim será fácil a localização dos produtos.

Projete o design para seus clientes e não para si mesmo – O layout da loja deve ser criado para o consumidor. Afinal, é ele quem vai navegar e fazer as compras no site. Faça uma boa escolha de cores. As cores podem aumentar o tempo de navegação, o usuário pode ter vontade de voltar para realizar novas compras. O inverso também é verdadeiro: quando uma escolha de cores é equivocada, pode gerar hesitação, dúvida e até o abandono da página. Também o uso correto das fontes nos textos pode melhorar o design da página e aumentar o engajamento do usuário. Por isso, dê atenção à fonte usada: recorra ao menos a três diferentes tipos de fontes em diferentes tipos de textos, para não confundir visualmente o usuário.

"Imagem é tudo."? No e-commerce a máxima nunca foi tão verdadeira.

A qualidade da imagem do produto é crucial para o e-commerce, por isso ela precisa ser bem produzida. Afinal, dela dependem a persuasão e a sedução do consumidor. Use fotos de alta qualidade para mostrar os produtos. Uma boa foto gera confiança, passa credibilidade aos consumidores. Padronize as fotos dos produtos, evite colocar bordas coloridas, avalie a qualidade quando forem ampliadas.

Mostre que sua loja é segura – Muitos consumidores abandonam seus carrinhos online durante o processo de navegação porque não se sentem seguros em relação às compras que estão prestes a efetuar. Adote selos de segurança e certificados conquistados, como Site Blindado, ABComm, Selo e-bit (Bronze, Prata, Ouro ou Diamante), Profissional E-commerce Certificado (Ecommerce School), Certisign, entre outros, e deixe-os visíveis na primeira página. Disponibilize links de Política de Privacidade, Devoluções ou Política de Reembolso, Termos e Condições de uso do site, e mantenha um número de telefone fixo para contato. Certifique-se sempre de que os dados estão atualizados.

Escreva de forma atraente as ações de call to action ("chamada a uma ação") –

A chamada a uma ação facilita a vida do consumidor e deve ser clara, objetiva e direta. Garanta que a página de destino esteja correta. Afinal, não há nada pior do que clicar em um botão de uma ação e o destino ser totalmente diferente daquilo que foi proposto. Não tenha receio de dizer ao consumidor o que ele tem de fazer: muitas vezes os usuários estão receptivos a uma orientação e, nesses momentos, elas podem contribuir com a concretização da venda.

Forneça aos usuários a melhor experiência: Permita a um novo usuário navegar livremente pelo site, em vez de interrompê-lo e exigir o preenchimento de um cadastro, uma vez que você terá obrigatoriamente essas informações na etapa do check-out. Preenchimentos no meio do processo frustram o usuário e há uma grande possibilidade de abandono da compra. Se o usuário já é um cliente, facilite a vida dele, tornando o processo de compra ainda mais rápido. Procure fornecer o máximo de detalhes sobre o conteúdo do carrinho, como o nome do produto, uma breve descrição, uma imagem, o preço e, principalmente, a quantidade. Permita que possam alterar suas ordens de compra, em especial a quantidade dos itens do carrinho, durante o processo de check-out, oferecendo acesso a um botão de "atualizar itens", e mantenha esse processo curto.

Finalmente, é importante ressaltar que, com o crescimento do e-commerce e o aumento da confiança do consumidor, novas lojas são criadas diariamente, o que exige das lojas online ainda mais destaque perante a concorrência. Claro que ter preços competitivos vai contribuir para popularizar alguns sites, mas seguir bons princípios de e-commerce pode atrair e manter futuros consumidores.

Publicado em: 24/04/2014

Confira os comentários já feitos para este artigo:

 
VAGAS

  

VAGAS

CURRÍCULOS

Banner Rigel Botão Branco

Banner Guia Botão

Fundação Abrinq

Banner Call To Call Cotações

Banner Call To Call Cursos

Banner Call To Call sistema


Se desejar enviar esta página para um amigo, clique no botão abaixo:


 GUIA ONLINE  |  BANNERS  |  ÉTICA  |  GLOSSÁRIO   |  RESPONSABILIDADE SOCIAL  |   QUEM SOMOS  |  CLIQUE MAIS 

Sistema Call To Call - 11 5579-0341

Website criado por interAmplitude